11 de jul de 2011

Francisco Escórcio agride Dutra durante discurso na tribuna da Câmara Federal

    Durante discurso no Plenário da Câmara, nesta segunda-feira (11), o Deputado Domingos Dutra (PT) foi ofendido verbalmente e quase agredido fisicamente pelo suplente de deputado Francisco Escórcio (PMDB). A segurança agiu para proteger Domingos Dutra. Escórcio choramingava em tom agressivo: “Sarney é meu papai. Se você xinga meu papai eu xingo a sua mãe”.
    Escórcio se ofendeu após Domingos Dutra destacar o descaso na Segurança no Estado do Maranhão que possui 80 municípios sem delegados. Dutra disse que “a máquina de escrever é do século passado, onde o escrivão usa um dedo na tecla e o outro para puxar o papel com carbono emperrado”. Discorreu também sobre os delegados de polícia que lutam por 10% de reposição salarial correspondente há 2 anos sem nenhum tipo de reajuste. Pois, Roseana Sarney se recusa a negociar com os delegados que estão em greve há quase dois meses.
    “Estamos batalhando pela PEC 300, mas a Governadora do Maranhão é contra que se estabeleça um piso nacional para os policiais militares”, proferiu o deputado Domingos Dutra (PT) ao destacar que o único beneficiado com as greves dos delegados – que lutam por melhores salários e por melhores condições de trabalho – é o criminoso e quem perde é a população.
    Em resposta ao agressor, Dutra rebateu: “Eu discuto com o dono da fazenda [Senador José Sarney]. Eu não estou aqui para conversar com jagunço nem com vaqueiro. Estou aqui para discutir com o dono da fazenda que, infelizmente, desgraçou o Maranhão”, concluiu.
    No final do discurso, Escórcio saiu aos berros desenfreados, atrapalhando a sessão e ofendendo Domingos Dutra com palavras de baixo calão e desrespeitando a senhora Raimunda Dutra, de 94 anos de idade, mãe do Parlamentar.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!