14 de jul de 2011

Prefeita de Axixá diz na TV que comete irregularidades para beneficiar boi de orquestra

    A prefeita de Axixá, Sônia Campos (DEM), contratou serviços de televisão para rebater as críticas da diretoria do conterrâneo Boi de Axixá.  Sônia Campos, que segue a cartilha dos gestores maranhenses e pratica nepotismo descarado na prefeitura do município da região do Munin, alega na peça publicitária tudo que já fez para o boi da família Naiva.
    Segundo campos a prefeitura bancou DVD do grupo folclórico celebrizado pela toada "Bela Mocidade", e chegou até mesmo a pagar apresentação não apresentada pelo Boi de Axixá. É Ali e Babá se entendendo na mesma mesa em torno do erário. Para dividir prestígio do boi de orquestra mais famoso do Maranhão, Sônia Campos passou a patrocinar o clone "Boi Axixaense".
    Durante o período do São João deste ano o boi de Axixá foi "abençoado" pela governadora Roseana Sarney no terreiro da liga, entidade tirada da cartola pelo secretário de Estado da Saúde e deputado estadual licenciado Ricardo Murad.
    Numa das noites da programação do Arraial da Maria Aragão, patrocinado pela prefeitura de São Luís, o boi hoje comandada pela filha de Francisco Naiva armou um grande barraco que redundou na prisão de parte da diretoria e do cantador. Nesse episódio, pelo cúmulo do absurdo, o prefeito João Castelo (PSDB) não teve culpa. Seu dedo queimado pelo passado indigesto fez com que o grupo tirasse proveito para reavivar sua fama de autoritário e repressor.
    Sem a auréola dos santos, Sônia Campos, prefeita que viu o sol num quadrante em consequência da Operação Rapina, em 2007. Mesmo assim foi reeleita no ano seguinte para permanecer no cargo. Sinal que no Maranhão o binômio festa e distribuição de dinheiro deixa para trás as deficiências congênitas dos gestores.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!