13 de jul de 2011

Prefeitura faz merchandising do leite Romano em campanha na televisão

    Para não perder a boquinha a prefeitura de São Luís faz merchandising do leite em pó integral Romano na campanha do "Programa leite na escola". A troco de nada por duas vezes uma figurante do filmete, veiculado nos últimos dias durante o horário nobre das programações das principais emissoras de televisão de São Luís, inadvertidamente mostra a embalagem do leite. O filmete remixa a campanha do kit fardamento.
    O leite cuja embalagem é mostrada é produto importado pela neozelandeza de lacteos Fonterra, considerada a maior  cooperativa de leite do mundo. Na primeira etapa do programa está prevista a distribuição de 110 toneladas do produto, uma compra considerável para cobrar pelo merchandising. Nas gôndolas dos grandes supermercados de varejo, o aluguel de marcas é cada vez mais elevado.
    A distribuição do produto está sendo feita pela Secretaria Municipal de Segurança Alimentar através do trabalho voluntário dos servidores comissionados do órgão. Sem orçamento foi a fórmula encontrada para dar vazão à compra do produto importado da Fonterra.  
     Nas distribuidoras de laticínios do país não é possível encontrar pacotes de R$ 250 gramas do leite integral, como está prevista a distribuição pela prefeitura, mas em embalagens de 1kg, 200 e 440 gramas. A cada aluno da rede pública municipal de ensino de São Luís está destinado um quilo de leite.
    Pelas contas do prefeito João Castelo (PSDB) mais de 87 toneladas de leite foram distribuídas até agora pelos voluntários da Semca. São 13 hércules que conseguiram a façanha de distribuir seis mil quilos em 21 dias, uma média de 300 quilos por "dia e noite", conforme Castelo. Isso sim, daria um filme e tanto.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!