10 de ago de 2011

Jogo beneficente organizado pelo Chico Escórcio foi retumbante fiasco de público e renda

     Não foi o sucesso retumbante alardeado pela mídia oficial o jogo beneficente organizado pelo deputado federal Chico Escórcio (PMDB), reunindo no mesmo campo as estrelas Arcelino Popó (PSDB-BA), Romário (PSDB-RJ)  e Tiririca (PR-SP), atualmente deputados federais, e os deputados estaduais do Maranhão no estádio Nhozinho Santos, em São Luís (MA), no sábado passado,7. Romário retornou a São Luís depois de promover um tumulto no Hotel Rio Poty, mesmo hotel de triste recordação para Escórcio, em outubro do ano passado, logo após ser eleito deputado.
    Com renda revertida para a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais, APAE, e Hospital do Câncer Aldenora Belo, a partida não atraiu o grande público esperado. Menos de 30 por cento dos 13.500 lugares do estádio administrado pela prefeitura de São Luís foram ocupados pelos torcedores.
    No total foram vendidas 813 ingressos para cadeiras e 2.997 para arquibancada, rendendo R$ 46.230, sem desconto de nenhum imposto ou recolhimento de taxas para o estádio. Tamanha transparência é algo inédito no estádio, um sumidouro de renda justificada pela liberação para credenciados e convidados.
     Considerando que os deputados federais se deslocaram para o Maranhão sem nenhum custo ao erário - com despesas pagas como missão oficial - , a renda seria insuficiente para fazer frente às despesas com  a (essa sim, retumbante) campanha publicitária que o jogo demandou junto à diretoria de comunicação da Assembleia Legislativa. Mais uma vez nos só nos resta imitar o Tiririca.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!