4 de out de 2010

Com 50,08%, Roseana Sarney é reeleita no primeiro turno no Maranhão

BRASÍLIA - Roseana Sarney, do PMDB, se reelegeu governadora do Maranhão no primeiro turno com uma diferença de aproximadamente 3 mil votos (0,08 ponto percentual) sobre os demais candidatos. Ela aparecia com menos de 50% dos votos válidos quando mais de 90% das urnas já haviam sido apuradas, mas cresceu e reverteu a situação. O segundo colocado, Flávio Dino (PCdoB), chegou a 29,5%, e Jackson Lago (PDT), a 19,5%.
     Roseana também foi a candidata que obteve mais votos para o governo do Maranhão em 2006 - 47,2% - mas teve que disputar o segundo turno com Jackson Lago (PDT), que acabou eleito. Em 2009 Lago foi cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por abuso de poder político econômico na eleição de 2006 e Roseana assumiu o posto, sendo reeleita agora.
     Mais cedo, ainda temendo um segundo turno, Roseana disse que não teria problemas e lembrou que já passou por duas disputas com embate final de segundo round.
- Não temo (ir para o segundo turno). Já disputei dois segundos turnos. Um, ganhei. Outro, perdi. Se tiver outro, será o desempate - disse.
Desabafo
     Após votar no colégio Santa Tereza, no centro de São Luís (MA), Roseana fez um desabafo em reação às críticas de pertencer a um grupo político que domina a política no Maranhão e ser filha do ex-presidente da República José Sarney (PMDB).
     - É muito difícil. Ser mulher, nordestina e filha de uma grande liderança política (José Sarney). Querem desvirtuar. Tenho o meu trabalho. Ando com os meus próprios pés. Tenho minha personalidade e minha consciência política. Tô firme e forte. Não vão me acuar. Sou preparada - disse Roseana.
Flávio Dino estava otimista
     Antes da apuração, Flávio Dino estava otimista e apostava numa "onda vermelha" constatada nas últimas semanas, que o fizeram a sair do terceiro para o segundo lugar na disputa.
- No segundo turno, estaremos unidos para combater a oligarquia que comanda o Maranhão há décadas - disse Dino.
     O jornal "O Estado do Maranhão", que pertence à família Sarney, publicou ontem, na capa, um artigo de José Sarney em defesa da candidatura de sua filha, com o título "Ela merece ficar". No artigo, Sarney afirmou que Roseana "merece seu voto, seu apoio". Para a procuradora regional eleitoral, Carolina da Hora, o texto de Sarney num veículo da família, no dia da eleição, pode caracterizar abuso do meio de comunicação.
De O Globo

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!