22 de dez de 2010

Bispo recursa homenagem do Senado em protesto contra aumento salarial dos parlamentares

    O bispo de Limoeiro do Norte (CE), Dom Manuel Edmilson da Cruz, recusou  ontem (21) receber a Comenda dos Direitos Humanos Dom Helder Câmara do Senado Federal. O religioso disse que sua atitude era um protesto contra o aumento salarial de 61,8% aprovado pelos parlamentares em causa própria.
    Em discurso no plenário do Senado, o bispo criticou os parlamentares. “Quem assim procedeu não é parlamentar, é para lamentar”, afirmou.
    Ele ainda opinou que o aumento dado aos parlamentares deveria ser relacionado ao aumento do salário mínimo, de cerca de 6%. “O aumento a ser ajustado deveria guardar sempre a mesma proporção que o aumento do salário mínimo e da aposentadoria. Isso não acontece. O que acontece, repito, é um atentado contra os direitos humanos do nosso povo”.

1 comentários:

JONAS PEREIRA DE IMPERATRIZ disse...

Quero aqui parabenizar o amigo blogueiro,pela excelene postagem,SE NÓS TIVESSÉMOS CONHECIMENTO DOS NOSSOS DIREITOS E DEVERES POR COMPLETO E SE A "JUSTIÇA NÃO FOSSE SURDA CEGA E MUDA" TERIA QUE HAVER UMA PROPORCIONALIDADE NESSE PERCENTUAL DE REAJUSTE DOS SALÁRIOS DOS NOSSOS "ÚTEIS PARLAMENTARES"! É MUITA INJUSTIÇA NUM ÚNICO LUGAR,6,08% NOS SALÁRIOS DOS POBRES,E MAIS DE 60% NOS SALÁRIOS,DOS QUE NADA FAZEM!
É MUITA FALTA DE RESPEITO PARA COM QUEM TUDO PAGA!
Áté aqui tenho dito!
ass. Jonas Pereira de S. Lima(jhonas37@hotmail.com)

Postar um comentário

Comente aqui!!!