22 de dez de 2010

Com corte de R$ 17 milhões no orçamento da CAEMA governo deve manter o povo na m...

Balde de água é vendido a R$ 15,00 na Vila Luizão 
     Com corte de R$ 17 milhões a Companhia de Saneamento Básico do Maranhão, CAEMA, mergulhará em 2011 no mar de ineficiência acumulada em toda sua existência. Segundo denúncia do deputado estadual reeleito Rubens Pereira Jr. feita durante a votação do orçamento de R$ 9,6 bilhões do estado para o próximo ano, primeiro da quarta gestão da governadora Roseana Sarney, haverá uma redução de R$ 78 milhões para R$ 59 milhões nos investimentos da empresa de economia mista.
    A CAEMA que trocou de nome nos primeiros momentos da terceira gestão de Roseana, ainda em curso, tem um custo de pessoal em torno de R$ 9,8 milhões.Segundo informação da direção da empresa a arrecadação mensal da empresa é de R$ 11 milhões. A direção da empresa calcula que com a implantação integral do Plano de Cargos e Salário haverá acréscimo em 40% desse valor.  Há relutância em implantar o PCS, volta e meia motivo de choque entre trabalhadores e a companhia.
     As deficiências da empresa são notáveis,principalmente na periferia da capital. Na Vila Luizão não precisa esforço para se encontrar carroças abastecendo residências. O comércio de água beira a exploração entre comunitários. Um recipiente com 40 litros chega a ser vendido por R$ 15,00. Por esse valor  quem quiser desfrutar de um metro cúbico de água (1000 litros) terá que desembolsar R$ 375,00. Logo que assumiu o governo em 2009, a governadora e o então secretário de Saúde, Ricardo Murad anunciaram um empréstimo na ordem de R$ 255 milhões, para resolver o problema de água no Maranhão.
    Amargando um dos piores indicadores em saneamento básico no país, o Maranhão há risco de submergirmos literalmente na merda que Lula constatou em uma de suas passagens pelo Estado.

FAIXAS TARIFAS RESIDÊNCIAL DA CAEMA

Consumo (m3)  Água                Esgoto              Total
Até 20              R$ 1,34             R$ 0,67              R$ 2,01
21 a 30             R$ 1,77            R$ 0,88               R$ 2,65
31 a 50             R$ 3,11            R$ 1,56               R$ 4.67
51 a 70             R$ 5,06            R$ 2,53               R$ 7.59
71 a 100           R$ 6,18            R$ 3,09               R$ 9.27
Acima de 100   R$ 7,73            R$ 3,86               R$ 11,59

Reveja:Quero tirar o povo da merda, diz Lula.

1 comentários:

JONAS PEREIRA DE IMPERATRIZ disse...

Caro Blogueiro,a Caema é uma das empresas mais inefientes do mundo,e não respeita os seus clentes,assim como as leis que dizem respeito ao consumidor.Aqui na cidade de Imperatriz,não é diferente das demais cidades de nosso Maranhão.
E em relação a "administração" da Dra.Roseana Sarney,eu nunca tive dúvidas dessa austeridade e choque de cortes em investimentos.Imagina-se Se em mais de uma dezena de anos,quase nada foi feito,como seria diferente agora nesses últimos quatro anos? Pra os Sarneys o povo do Maranhão poderão dar 50 (cinquenta) anos e não há diferença. É essa a nossa realidade,"quanto Pior Melhor"!. Essa foi a política que sempre foi implementada no nosso estado!
Até aqui tenho dito!
ass. Jonas Pereira de S. Lima(jhonas37@hotmail.com)

Postar um comentário

Comente aqui!!!