14 de fev de 2011

Pereirinha diz que educação não é prioridade na administração de João Castelo

     Para o presidente da Câmara Municipal de São Luís, vereador Antonio Isaías Pereirinha (PSL), Educação não é prioridade na administração pública. Convencido após a audiência pública promovida pelo legislativo para tratar do problema da falta de vagas na rede municipal de ensino, Pereirinha considera que o comprometimento de 31% do orçamento  com a educação é  suficiente.
    "Temos que compreender que há outras prioridades. A prefeitura tem que investir em segurança, cultura, infra-estrutura", explica o vereador. Constitucionalmente a segurança das compete ao estado. Por meio de decreto, em outubro do ano passado Castelo criou o Gabinete de Gestão Integrada, um embrião da Secretaria Municpal de Segurança com Cidadania de olho nos recursos do Pronasci - Programa Nacional de Segurança com Cidadania do governo federal.
    Na cultura o prefeito de São Luís fez um corte de 25% do parco orçamento, escoado quase exclusivamente na promoção de eventos.
    Pereirinha exorta a população de São Luís a "ser compreensível" com o prefeito João Castelo (PSDB) que elegendo outras prioridades deixa de atender mais de 3 mil crianças em idade escolas.
    O vereador liderou o grupo de 14 vereadores que apoiaram a reeleição da governadora Roseana Sarney. Presidente da Câmara em terceiro mandato, Pereirinha é cogitado como candidato a prefeito nas eleições em 2012 com apoio do empresário Fernando Sarney. No mínimo dividiria a chapa com o tucano Castelo na condição de vice-prefeito. Acordos estão sendo costurados nesse sentido. Sinal de avanços seria a liberação ambiental para que Castelo construísse o hospital prometido em campanha na área da reserva do Rangedor.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!