3 de fev de 2011

Ueba! A múmia Sarneykamon!

José Simão
    BUEMBA! BUEMBA! Macaco Simão Urgente! O esculhambador-geral da República!
    E olha a placa atrás do Fórum de Pindamonhangaba: "DOUTORA MAZINHA, advogada". Rarará! Essa é predestinada mesmo!
    E o Éramos revela: uma das pragas do Egito sobrevive até hoje no Brasil. SARNEYKAMON. Avô do Tutankamon! Rarará! Isso! A Múmia Brasileira: Sarneykamon. E ele vai começar os discursos assim: "Egípcios e egípcias"! Rarará!
    E vamos lançar a campanha: "Vamos Enfaixar o Sarney". E mandar pro Egito! Mas como gritou o outro: "Enterra bem fundo!". Rarará!
    E o pessoal fica revoltado com o Sarney eternamente no Senado. Mas ele não é imortal?
    Literalmente! O Moribundo de Fogo! O Finado Vivo! Mas sabe o que ele parece mesmo? Uma coruja empalhada. E a declaração dele: "É a minha última vez". Mentira!
    Diz que a família Sarney tem embrião congelado. Pro senado de 2030! E o Brasil quer saber: quando o Sarney morrer, se ele morrer, na hipótese remota de ele morrer, o Maranhão fica pros filhos dele ou volta pro povo? Rarará!
    E o Egito? E o Agito? Manchete do Sensacionalista: "Brasil manda Capitão Nascimento pro Egito: Mubarak, pede pra sair". Rarará! E o Cabral vai instalar uma UPP no Egito! E esse Mubarak vive no universo paralelo?
    E o encontro da Dilma com a Cristina Quiche! Primeiro, fizeram um acordo nuclear. Pra ver quem explode primeiro. Rarará!
    Depois Dilma e Cristina Quiche conversaram sobre o Mercosul, menopausa e a última receita de pão de ló da Ana Maria Braga!
    E um amigo meu tá preocupado: um mês de governo Dilma e nenhuma TPM! Tenho medo que acumule. TPM acumulada. Rarará!
    E eu sei como vai ser a gestão Dilma: quatro anos de piadas machistas. Rarará!
    O Brasileiro é cordial! Mais uma do Gervásio. Cartaz na empresa em São Bernardo: "Se eu descobrir quem é o fofoquito abelhudo que fica falando onde eu vou com a minha família nos finais de semana, eu vou fazer esse Nelson Rubens do Paraguai comer uma banana de dinamite acesa. Conto com todos. Assinado: Gervásio".
    Vamos mandar o Gervásio pro Egito: "Se esse cabrunco do Mubarak não se picar, eu vou fazer ele engolir aquela tintura negro corvo e sentar na ponta da pirâmide e escorregar até a base. Conto com todos!". A situação tá ficando egípcia. Nóis sofre, mas nóis goza!
    Que eu vou pingar o meu colírio alucinógeno!
Da Folha de S. Paulo

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!