6 de mar de 2011

Carnaval de São Luís (MA) 2011: Conheça os sambas e escolas que desfilam hoje na Passarela

MOCIDADE INDEPENDENTE DA ILHA
Grêmio Recreativo Escola de Samba Mocidade Independente da Ilha
Enredo: “Onde as sereias fazem rendas de luar”
Sede: Cohab-Anil
Fundação:1986
Presidente:
Carnavalesco: Guilherme Mendes
Compositores: José Raimundo Gonçalves e Samy do Cavaco
Intérprete:
Venho de longe
Minha gente sou de lá
Venho da Europa
Para a corte de Iemanjá
Se lá na encantaria
Enfeito o manto do meu rei
No mar e na pescaria
Da Raposa bem feliz eu viverei
Foi Chico Noca quem me trouxe
Das águas verdes do meu Ceará
Mas é como se eu sempre fosse
Batizado nas águas de cá
Pescador rema tua canoa
E vai pra as águas de alto mar
Que embora a saudade sempre doa
Pelas mãos de São Pedro vais voltar
Hoje a alegria tá cismada
Numa tristeza de matar
É que o poeta da sua madrugada
Mudou pro sonho do eterno sonhar
Mas nossa vida continua
E as rendeiras a rendar
Fazem dos bilros
Seus condões à luz da lua
Bordando rendas na almofada do luar
Ô lá no mar tem uma pedra
Onde ninguém pode sentar
Quem senta nela é João de Uma
Prá ver a Mocidade passar

TÚNEL DO SACAVÉM
Associação Recreativa Cultura Escola de Samba Túnel do Sacavém
Enredo: “Os poetas da Madre Deus”
Sede:Sacavém
Presidente: Babá
Fundação: 21 de novembro de 1997
Carnavalesco: Leo Lima
Compositores:Tião e J. Assunção
Intérprete:
No túnel da felicidade

Encontrei luz do paraíso
Chão de estrelas ilumina a cidade
Da Ilha a princesa é o sorriso
A Madre, a santa mãe divina
Chão da cultura, húmus da imaginação
Velha senhora, linda menina
Tão generosa de festivo coração
Queima coro na Fuzarca
Eu sou tradicional
Sou o bicho dessa terra
Que alegra o carnaval
Poetas sonham nas madrugadas
Entre versos e todas
As mãos tecem artesania
Entre delírios se faz a poesia
Operários da cultura
Pescadores de ilusão na maresia
É um capricho do povo
Te cantar de novo
Oh, nação, amado amante
Lágrimas caem de sorriso
Neste poema diamante
Meu sacavém traz barricada
Bumba meu boi, Piaçaba e arrastão
Na sublime Madre Deus
Lá vem a máquina arrastando a multidão

UNIDOS DE RIBAMAR
Escola de Samba Unidos de São José de Ribamar
Enredo: “Piui!piui! São Luis a Carajás, no vai e vem do leva e trás”
Sede: São José de Ribamar
Fundação: 2 de maio de 2001
Presidente: Agostinho Sousa
Carnavalesco:
Compositores: Darlan Oliveira e Lucas Neto
Intérprete: Vovô
Lá vai o trem
Nesse balanço que eu vou te levar,
No vai e vem do leva e trás;
Eu sou unidos, vou viajando
De São Luis a Carajás.
Vem nesta viagem fascinante;
O raiar do dia anuncia a partida,
Esperança pra quem parte, saudade pra quem fica.
O cheiro da melancia me levou Arari
Levo minha prancha pra surfar na pororoca
Nas margens do Mearim, aquele abraço ao povo de Vitória.
Em cada estação, uma nova emoção,
Um sobe e desce, um entre e sai
De Santa Inês a Açailândia
Vale a pena viajar
Me encantei com as castanhas e a sigeleza de Marabá.
É! Meu boi dançou o carimbo
Tem siribo e síria
Pelos trilhos da integração
Unidos Maranhão e Pará.
Oh! Quanta beleza
Deslumbrante a natureza
O por do sol avistei da janela
A lua iluminando a serra
Resplandece o el dourado
Terra abençoada de riquezas mil
Carajás tesouro do Brasil.

TURMA DA MANGUEIRA
Associação Recreativa, Beneficente, Cultural e Escola de Samba Turma da Mangueira
Enredo: “Mangueira, o berço do samba na melhor idade”.
Sede: Bairro do João Paulo
Fundação: 1929
Presidente: Cidália Costa
Carnavalesco:Airton Rolim
Compositores: Paulo Felipe e Kleber Costa
Canta meu povo, a Mangueira chegou
Pra exaltar felicidades
Com seus filhos fies
No berço do samba
Brincando na melhor idade
Eu sou
Sou eu verde e rosa, da Ilha do amor
Sou tradição... sou a primeira
Bela raiz... uma bandeira
A voz do samba da Atenas Brasileira
No compasso fiz o passo... eu sambei
E a minha identidade... eu firmei
No teu chão com batida do meu surdo encantei
Sou a raiz do deste canto de altivez
Mangueira, o teu passado é uma glória
Me inspira nessa história
Com teus sambas geniais
Bodas de ouro eu jamais esquecerei
Um relicário João Paulino sem igual
Berço do samba
Da cultura popular
Venho... Ôôô
Iluminar a passarela... lá lá lá
Mostra que a manga é tão bela
Com teu hino, explode coração
Mestre Dito... e Zé Pivó no palácio do samba... contemplei
Pereirinha é o novo bamba
Da nova geração que chegou pra dizer...
A cor da tua bandeira estampada no meu ser
Não deixe essa paixão morrer
TURMA DO QUINTO
Grêmio Recreativo Escola de Samba Turma do Quinto
Enredo: “Maranhão, Praia Grande das artes”
Sede: Madre Deus
Presidente: Alex Sandro Nascimento (Leleco)
Fundação: 1940
Carnavalescos: Sebastião Cardoso e Alaim Moreira Lima
Compositores: Luis Bulcão e Godão
Intérprete: Gabriel Melônio
Maranhão é quinto que a Madre Deus criou
A Praia Grande encanta
Meu Maranhão eu sou
Eh! Maranhão Eh! Maranhão
A terra de Gonçalves Dias
Em canto de João do Vale
De Chico, de Donato, de Maria Firmina
Eh! Maranhão
A Praia Grande das artes se revelou
Murilo Santos filmando
Raynaldo Faray dançando
E Carlos de Lima historiou
A Praia Grande ainda resplandece
Sobrado de azulejos e vitrais
Gullar estandarte da cultura
Mondego, um artista genial
Isaci estreia no cinema
Que Aldo Leite vem representar
É bumba daqui pra lá
É punga de lá pra cá
Euzita, Lili, divino cacuriá
Tambor de crioula
Tambor de crioula
Meu patrimônio, bloco tradiconal
Augusto Cassas poeta bandeira
Quem te pintou Fransoufer?
São teus amores Montello e Azoubel
Humberto e Alcione Nazaré

FAVELA DO SAMBA
Sociedade Recreativa Escola Favela do Samba
Enredo: “O boi é festa”
Sede: Avenida dos Africanos, Sacavém
Presidente: Jeiza Moraes
Fundação: 1940
Carnavalesco: Júlio Matos e Pedro Padilha
Compositores: Luzian Filho, Josias Filho, Jota Jr e Wesley Péricles
Intérpretes:
Contam que a ira de Moisés lá no Egito
Foi um bezerro de ouro
Na Grécia um minotauro apareceu
Metade home, metade touro
Pelos labirintos da vida
Cheguei a aos campos da China
Fartura na mesa não pode faltar
Então bota esse touro pra brigar
Meu boi é festa, é farra, virou moda
Na tourada dou olé (olé, olé)
Carnaval contagia, a dor perde pra alegria
Favela show de samba no pé
O sonho de Nassau fez meu boi voar (voar, voar)
Num laço de rodeio fui parar no Boi Bumbá
Azul anil desse céu vermelho a cor da paixão
Vou garantir e caprichar teu coração
Desci a duna de areia nos Lençóis do Maranhão
Fui no bailado de Dom Sebastião
Vem ouvir o som dos meus clarins
Misturo orquestra com zabumba,
Matracas e pandeirões
Eu vou com “carcará” em louvação
Pra São Pedro, São Marçal e São João
Vou acender fogueira
Incendiar a passarela (Eu vou, eu vou)
No auto do meu bumba boi
Vou Guarnicê minha Favela (Favela, Favela)

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!