6 de mar de 2011

Ministério de Pedro Novais foi o que sofreu maior corte orçamentário

    O Ministério do Turismo comandado pelo deputado federal maranhense Pedro Novais (PMDB) foi a pasta com o maior corte orçamentário em termos percentuais, no que se refere às despesas discricionárias, tendo perdido 84,4% do que foi inicialmente previsto para 2011 para os gastos com diárias, passagens, compra de material, contratação de serviços etc, segundo a Agência Brasil.
    Dos R$ 3,655 bilhões, a pasta ficou com R$ 573 milhões. Foi o que informou a ministra do Planejamento, Orçamento e Gestão, Miriam Belchior, na divulgação da programação orçamentária e financeira do Orçamento Geral da União de 2011. O Ministério do Esporte sofreu o segundo maior corte percentual em seu orçamento de despesas discricionárias, reduzidas em 64%. Dos R$ 2,374 bilhões, ao Ministério do esporte coube R$ 853 milhões.
Com informações de agências

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!