15 de mar de 2011

César Roberto está "temporariamente" fora da folha da Assembleia Legislativa do Maranhão

    O radialista César Roberto está "temporariamente" fora da folha de pagamento da Assembleia Legislativa do Maranhão. Fundador da Rádio Mirante FM, do Sistema de Comunicação da Família Sarney, César Roberto Vasconcelos Sousa, irmão do ex-deputado estadual Pedro Vasconcelos, foi colocado na geladeira depois de desentendimentos públicos com o capo Fernando Sarney.
    No retorno da governadora Roseana Sarney (PMDB) ao Palácio dos Leões, o radialista que estreou nas ondas com a Discoteca Alucinante nos idos 1970 passou a integrar a equipe da Rádio Timbira, emissora pública do Estado do Maranhão. Não se adaptou com o telefone mudo e surdo para o ouvinte, conforme orientação do secretário Sérgio Macedo, e pediu as contas.
    No Diário da Assembleia Nº31, da 17ª Legislatura iniciada em fevereiro deste ano, a resolução administrativa consuma a "exoneração temporária" (Veja Abaixo). Pelo resolução o radialista perceberia em torno de R$ 2,5 mil por mês como secretário executivo do Legislativo estadual.
    Embora não seja nenhum escafandrista da cultura maranhense, César Roberto tem conhecimento empírico profundo, acompanhando há três décadas o movimento musical do Maranhão. Pelo visto, não esse o conceito que tem no sistema.

VEJA A RESOLUÇÃO ADMINISTRATIVA:
N.º 314/2011 de 1º de março de 2011, tornando sem efeito a nomeação de CÉSAR ROBERTO VASCONCELOS SOUSA, constante da Resolução Administrativa n.º 217/2011 de 15/02/2011, para o Cargo em Comissão, Símbolo DAS-3 de Secretário Executivo, deste Poder.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!