17 de mar de 2011

Gallo Azhuu participa da quinta edição do Grito Rock BR em Pernambuco

    A banda maranhense de rock Gallo Azhuu participa no sábado, 26, em Olinda (PE), do Grito Rock, festival que, em sua quinta edição, acontece ao mesmo tempo em 133 cidades da América Latina, em países como Argentina, Bolívia e Nicarágua e Brasil.
    Os shows devem ocorrer num período de 45 dias - entre 25 de fevereiro e 27 de março -, a critério do realizador. Em Pernambuco, é a terceira vez que o evento arma sua vitrine: as apresentações serão neste final de semana no Recife, e no próximo em Olinda, Arcoverde e Floresta. Os ingressos custam R$ 5 ou R$ 10, e em Arcoverde não há cobrança.
    "É a maior plataforma de circulação de artistas a baixo custo. Para bandas autorais, que estão começando, ela é mais interessante porque o festival já tem um público maior do que um evento isolado", explica Alejandro Vargas, do Lumo Coletivo, que produz a "franquia" do Recife e co-produz a de Olinda.
    Assim como as bandas, os produtores se cadastram num site para poder levar o festival à sua cidade. Uma vez escolhida, a produtora tem autonomia para selecionar os conjuntos, buscar patrocínios e apoios e, dependendo da negociação, definem se os grupos receberão cachê. Alejandro explica que dois itens são obrigatórios fornecer: hospedagem e alimentação.
    A Gallo Azhuu (grafia psicodélico para galo azul) disparou carreira no final de 2007, com repertório autoral na pulsação do rock’roll clássico e do blues. Patrick Pataugaza, Denis Carlos, Pablo Habibe e André Grolli se inspiram nas mulheres, livros, álcool para falar de sonhos, realidades, pores e depressões. Dão ouvidos a Neil Young, Deep Purple, Rolling Stones, Creedence, Beatles, Black Sabbath, Mutantes, The Band e outros sons.

2 comentários:

Anônimo disse...

Baita som, parabéns guirizada do Gallo Azhuu

Anônimo disse...

Este grupo de Hock é d maissssssssssssssss

Postar um comentário

Comente aqui!!!