25 de abr de 2011

Deputado do PSDB tenta salvar obra do PAC no Maranhão

João Domingos
    Mesmo sendo de oposição, o deputado tucano Carlos Brandão (MA) resolveu antecipar-se ao Tribunal de Contas da União (TCU) para tentar impedir que a duplicação de 60 quilômetros da BR-135, entre a capital São Luís e Bacabeiras, venha a ser embargada. A obra está prevista no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC).
    Na sua luta para assegurar a duplicação da rodovia, Carlos Brandão programou levar neste terça, 26, ao local da obra os deputados que integram a Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara, auditores do TCU, representantes do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Ministério Público Federal, Conselho de Engenharia e Associação Comercial do Maranhão.
    "Há um desencontro de cálculos entre o TCU e o Dnit. É preciso que eles cheguem a um acordo para que a obra não sofra atrasos", disse Brandão. "São Luís é uma das únicas capitais do País que não tem uma via duplicada na sua saída. Há mortes constantes na área", afirmou o deputado ao Estado, justificando a luta que tem travado em prol de uma obra do PAC, orçada em R$ 290 milhões.
     O TCU alega que o preço está muito elevado. O Dnit diz que é o justo, porque há muitas dificuldades a serem superadas na obra. Por exemplo: a rodovia está espremida entre uma adutora de água e uma ferrovia. Para a duplicação da rodovia os trilhos terão de ser transferidos de lugar.
De O Estadao

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!