7 de abr de 2011

Sarney classifica chacina no Rio de "terrorismo"

BRASÍLIA - O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), cobrou na manhã de hoje ações do governo para garantir a presença maior de forças policiais nas escolas, além da inclusão no currículo escolar da questão da segurança pública.
    Sarney classificou de “terrorismo” o assassinato de crianças na Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na Zona Oeste do Rio. Pelo menos 12 alunos morreram baleados por um homem que entrou atirando hoje em uma sala de aula.
    “De certo modo, isso é um ato de terrorismo quando a gente procura atingir pessoas civis.O que não é da nossa tradição atos dessa natureza. Precisamos parar de uma vez com isso para que isso não floresça”, afirmou o presidente do Senado. José Sarney reassaltou que uma atitude dessa “choca profundamente” e gera uma insegurança nas crianças e nos pais.
Do Jornal do Brasil

1 comentários:

Anônimo disse...

Eis mais um acontecimneto lamentavel decorrente de tanta violência e impunidades existente no mundo todo.E como ficará a questão de que a escola é a segunda casa das crianças,que lá é que se aprende?Ou la é onde se aprende um futuro melhor ou lá é onde se acorrenta a vida?
A questão agora é bastante critica ...
E a secretaria de segurança publica na grande cidade como rio que existe tanta violência,será que não houve descaso com a população,afinal o Rio é uma cidade da qual estamos cansados de saber que e violenta.

Postar um comentário

Comente aqui!!!