23 de ago de 2011

Analfabetos informais participam de concurso público em Presidente Vargas

    A Prefeitura de Presidente Vargas (MA) inscreveu analfabetos informais  para concorrer a vagas de vigia ou auxiliar operacional de serviços diversos. Assim como as inscrição, os locais de aplicação das provas são acessados somente através da internet.
    As vagas das duas ocupações serão preenchidas por candidatos aprovados que tenham escolaridade de "ensino fundamental incompleto".O concurso está sendo organizado pelo Instituto Vicente Mendes (www.ivin.com.br), do Piauí, "uma entidade série (sic) e de competências definidas, seu objetivo maior é ajudar no desenvolvimento técnico, tecnológico e educacional da sociedade tendo para isso como parceiro o poder público".
    O prefeito da cidade, o cantor  Gonzaga Júnior ("O príncipe do brega"),43, ex-cabeleireiro e barbeiro, tem apenas o ensino médio completo. Gonzaga Júnior assumiu o primeiro mandato após o assassinato do prefeito Bertin na BR-222 num crime nebuloso.
    A prefeitura pretende preecher 77 vagas na administração através de concurso público para cargos de nível médio/técnico e superior. Os salários variam entre até R$ 3.500,00, com carga horária de 20 a 40 horas semanais.
    Quem tem o Ensino Médio pode disputar a vaga de Agente Administrativo, Fiscal Ambiental, Técnico Agrícola e Técnico em Enfermagem. As vagas de nível superior são para Dentista, Enfermeiro, Engenheiro Agrônomo, Farmacêutico/Bioquímico, Médico, Nutricionista, Psicólogo, Professor Nível I/II e Veterinário. As taxas de inscrições variaram de R$ 35,00 a R$ 90,00, de acordo com o cargo.
    A validade do concurso de Presidente Vargas será de 02 anos, contados da data da homologação de seu resultado, prorrogável por até 02 anos, a critério do Município de Presidente Vargas, Estado do Maranhão.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!