23 de ago de 2011

Após Sarney, Anac aponta o uso irregular de aeronaves por outras 'autoridades' no Maranhão

Relatório diz que aeronaves custeadas pelo Estado do Maranhão para transportar doentes era usada por autoridades
Governo não comentou o suposto desvio de finalidade apontado em inspeção, que ainda está sendo analisada
FELIPE SELIGMAN
JOÃO CARLOS MAGALHÃES
DE BRASÍLIA
    Relatório da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) afirma que dois helicópteros custeados pelo Estado do Maranhão, governado por Roseana Sarney (PMDB), para transportar pessoas doentes foram usados de forma "inadequada" na locomoção de "autoridades".
    Ontem, a Folha revelou que o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), pai de Roseana, utilizou ao menos duas vezes outro helicóptero do Estado para passear durante finais de semana na ilha de sua família, próxima a São Luís (MA).
    O documento, de outubro de 2010, é resultado da apuração de supostas irregularidades no GTA (Grupo Tático Aéreo) do Maranhão, denunciadas à Anac em 2009.
    O governo do Maranhão não se pronunciou.
    No Maranhão, uma das denúncias, é sobre a "descaracterização de aeronaves", "previstas para o transporte de enfermos". O relatório conclui que foi "constatado" o uso, "via de regra", para "transporte de autoridades".
    Os inspetores não citam quem usou os helicópteros, ou quando isso ocorreu. O relatório ainda está sob análise, e pode levar a punições administrativas.
    O documento aponta "indícios" de que outra aeronave, alugada pelo governo do Amapá, Estado pelo qual Sarney é senador, estava em agosto do ano passado fazendo voos no Maranhão.
    Vídeo que circula na internet mostra Roseana viajando em aeronave com o mesmo prefixo citado pelo relatório, no Maranhão, durante a campanha que a reelegeu.
    Sobre este caso, o governo do Maranhão disse que a reportagem deveria procurar o PMDB. Mas no diretório regional da sigla ninguém atendeu na tarde de ontem.
Sarney diz que não prejudica ninguém ao usar aeronave
DE BRASÍLIA
    O presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), afirmou que tem o direito de usar aeronaves para atividade particular. "Como chefe do Poder Legislativo, eu tenho direito a transporte e segurança em todo o país", disse. "Não prejudicou ninguém."
    A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) pediu que a governadora Roseana Sarney devolva aos cofres o que foi gasto com a utilização da aeronave da PM.
    Senadores da oposição criticaram Sarney. Pedro Simon (PMDB-RS) ironizou o fato de o desembarque de Sarney ter interrompido o atendimento médico de um paciente. "Era hora de esse cidadão ficar doente?"
Da Folha de S. Paulo

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!