18 de ago de 2011

MPX fecha contrato de R$ 6,5 bilhões para explorar gás em Santo Antonio dos Lopes (MA)

    A MPX de Eike Batista fechou um contrato no valor de R$ 6,5 bilhões no leilão de energia elétrica para entrega em 2014, chamado de A-3. O valor representa a contratação por 20 anos de uma usina a gás natural de ciclo combinado com 500 MW de capacidade instalada que será construída no município de Santo Antônio dos Lopes, no interior do Maranhão.
    Para construir a usina negociada no leilão, a MPX investirá R$ 1,1 bilhão. A geração de empregos prevista é de até 3 mil vagas. Somando com os projetos adquiridos do Bertin, a empresa consolida a venda de energia elétrica de 1180 MW do complexo, do qual a MPX tem 70% e a Petra Energia 30%.
    “A vitória no leilão e a compra de duas usinas concluídas ontem aumentam em 77% a carteira de empreendimentos da MPX, passando de 1080 MW para 1906 MW. Em 2014, a nossa receita anual somente com a parcela de investimento chegará a R$ 1,3 bilhão ”, afirma o Presidente da MPX, Eduardo Karrer.
    O gás natural será fornecido pelos blocos terrestres localizados na região da Bacia do Parnaíba, com recursos estimados em mais de 11 trilhões de pés cúbicos, dos quais a MPX possui 23% de participação.
    A operação dos blocos será realizada pela OGX Maranhão, que já solicitou à Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustível (ANP) a declaração de comercialidade para produção de 5,7 milhões de metros cúbicos por dia.
    “Estamos concretizando o projeto integrado de produção de gás natural e geração de energia elétrica, com grande sinergia. Isso mostra o poder de geração de riqueza da MPX e do Grupo EBX. Entramos no projeto há menos de dois anos e criamos uma plataforma de negócios espetacular”, afirma Karrer.
    A MPX possui licenciados 3722 MW em termelétricas a gás natural no complexo termelétrico de Parnaíba, sendo que 500 MW tiveram energia elétrica negociada no leilão realizado hoje, e outros 680 MW, adquiridos da Bertin, comercializaram energia no leilão A-5 de 2008. Com isso, a empresa investirá R$ 1,7 bilhão na implantação de um importante parque gerador no interior do Maranhão.
Com informações do Portal Fator Brasil

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!