27 de out de 2010

Maranhão pode bater novo recorde de abstenção

    O prefeito João Castelo (PSDB) quer elevar a votação de José Serra em São Luís mantendo o funcionalismo no cabresto. Castelo não pretende decretar ponto facultativo na segunda-feira,1º de novembro, nos órgãos da Prefeitura de São Luís.
   Com a medida quer segurar o eleitor na cidade, impedindo a evasão turística. Vai ser difícil diante do feriadão que o Estado e até o Poder Judiciário decidiram conceder aos barnabés. O Tribunal de Justiça voltou atrás hoje e transferiu a folga pelo Dia do Servidor para segunda.
    A abstenção no primeiro turno no Maranhão foi recorde no país. Perto de 30 por cento dos eleitores deixaram de ir às urnas. No segundo a coisa pode piorar. Sem o transporte permitido pela Justiça Eleitoral - como ocorreu no primeiro turno no estado mesmo com decisão contrária do TSE - a lógica é elevar o número dos que não votarão nem em Dilma, nem em Serra.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!