17 de fev de 2011

Filhos de Tadeu Palácio são sócios do Hospital São Domingos em conflito com meta de expansão

Expansão oficialmente financiada pelo Banco do Nordeste
    A expansão do Hospital São Domingos tem esbarrado no mau atendimento aos clientes. Na madrugada desta quinta-feira,17, um policial tentou esganar uma funcionário do hospital em resposta ao tratamento ríspido recebido no estabelecimento de saúde.
    A casa de saúde privada foi fermentada coincidentemente na gestão do prefeito de São Luís, o oftalmologista Tadeu Palácio, atual secretário de estado de Turismo. Uma conexão entre o hospital e a cota do SUS da prefeitura municipal de São Luís transferia pacientes sem problemas de leito, entre o congestionado Socorrão e o referenciado São Domingos.
   A simbiose entre médicos permitiu que o hospital privado expandisse em 800 metros quadrados nas instalações de sua UTI em um período recorde. Tamanha a sanha de edificar, ampliar e alargar o número de atendimento acabou soterrando uma vítima nas fundições da obra. Sem piedade o hospital tentou acobertar o fato e escamotear os direitos do operário.
Hospital dos filhos do ex-prefeito de São Luís, Tadeu Palácio
   Na trilha da prosperidade, o São Domingos também alargou sua clientela. Ampliou substancialmente os atendimentos a plano de saúde até quase o infinito. Dizem pelos corredores do hospital que só falta encampar agora os segurados do Mercadinho São Francisco, na estrada de Ribamar, no Maiobão. Oficialmente a casa informa atender cinco planos renomados.
    Toda essa voracidade foi alimentada num compadrio com prova material.Colado ao hospital, integrando o complexo de saúde, Maurício e Guilherme Palácio, filhos do ex-prefeito de São Luís e da ex-candidata comunista à Câmara Federal, Vanilma Lima, a ex-Tati Palácio, dão provas de competência e prosperidade incomensuráveis no portentoso Hospital Oftalmológico. Depois de superar uma fase cambaleante, após Palácio deixar a prefeitura, sobressai-se como uma das edificações mais arrojadas do ramo da saúde privada na Ilha. Isso é que talento.

1 comentários:

Anônimo disse...

Penso eu que os equipamentos que chegaram para equipar esta unidade de saúde, não tenham selo da prefeitura ou endereçamento ao SOCORRÃO...Ou tem?

Postar um comentário

Comente aqui!!!