17 de fev de 2011

Livro e documentário de MV Bill e Celso Athayde prenunciam onda de tráfico entre mulheres no MA

    Lançado em 2007 pela Editora Objetiva, "Falcão-Mulheres e O Tráfico" é a continuação do projeto que rendeu o documentário e o livro "Falcão - Meninos do Tráfico", de MV Bill e Celso Athayde, exibido pela TV Globo em rede nacional.

    Durante oito anos a dupla resgatou material junto às favelas do Brasil. Eles estiveram em São Luís no ano de 2008 participando de encontro promovido pela Secretaria de Juventudes e Central Única das Favelas do Maranhão. Aqui manteve contato com os favelados que aguardavam transferência para o então nascente projeto Rio Anil, do PAC do Governo Federal que objetiva retirar comunidades de palafitados situadas às margens esquerda do rio que corta a capital maranhense.



MV Bill dando um rolé nas palafitas da Liberdade

    "Falcão-Mulheres e O Tráfico"  os autores anteviam um problema que só se agravaria com o tempo: as mulheres como vítima do tráfico no Brasil e, especialmente, no Maranhão. "Este livro é dedicado especialmente, à D. Rosália, presidente da associação de moradores de uma comunidade do Maranhão. Dona Rosália teve três filhas. Todas se envolveram com o tráfico de drogas e morreram entre janeiro e junho de 2007", ofertam Bill e Athayde.
    Os coordenadores estaduais da CUFA Maranhão, Billy Wesley, Preto Dicko e o coordenador da CUFA Coroatá, Cleo Freitas, participam até sábado, 20 de fevereiro, do 6º Encontro Nacional da CUFA em Fortaleza (CE).Participarão ainda do encontro ministros de estado como Ana Holanda (Cultura) e Padilha (Saúde), além de outras personalidades artísticas e políticas brasileiras. Durante o encontro será dado posse ao novo presidente da CUFA, Preto Zezé, do Ceará.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!