24 de fev de 2011

Maranhão ocupa décima quarta posição no ranking de assaltos a bancos

     Com 23 ocorrências de assaltos a bancos, o Maranhão ficou com a décima quarta colocação no ranking nacional desse tipo de crime em 2010. São Paulo lidera a lista, com 211 casos, seguido de modo surpreendente por Mato Grosso, com 136 ocorrências. O Rio de Janeiro, apesar dos altos índices de violência, ficou na oitava posição do ranking, com 55 casos, atrás dos estados nordestinos de Pernambuco (81 ocorrências), Bahia (76) e Paraíba (65).
    Os números são do Sindicato dos Vigilantes de Curitiba e Região e foram apresentados na quarta-feira (23), com base nas informações dos sindicatos dos bancários em cada região e também das Secretarias de Segurança Pública e da Polícia Civil de cada estado.Os dados foram levantados a partir dos casos noticiados na imprensa, informações dos sindicatos dos bancários em cada região e também das Secretarias de Segurança Pública e da Polícia Civil de cada estado. A pesquisa compreende o período de janeiro a dezembro de 2010.
    Cidades do interior são as preferidas pelos assaltantes, pois as agências dispõem de menos equipamentos de segurança e o efetivo policial não é suficiente. As ocorrências mais graves geralmente são precedidas por sequestro e seguidas de ações violentas com reféns. De acordo com a Febraban, em 2009 foram registrados apenas 430 casos de assalto. De acordo com a pesquisa, 23 pessoas morreram em todo o País, vítimas de “saidinha bancária”, além de 14 vigilantes, em situações de transporte de valores e assaltos a banco.
Confira o ranking:
1. São Paulo – 211 casos
2. Mato Grosso – 136 casos
3. Rio Grande do Sul – 105 casos
4. Pernambuco – 81 casos
5. Bahia – 76 casos
6. Espírito Santo – 68 casos
7. Paraíba – 65 casos
8. Rio de Janeiro – 55 casos
9. Paraná – 52 casos
10. Ceará – 44 casos
11. Minas Gerais – 34 casos
12. Rio Grande do Norte – 30 casos
13. Pará – 27 casos
14. Maranhão – 23 casos
15. Alagoas – 21 casos
16. Goiás – 17 casos
17 Santa Catarina – 17 casos
18. Mato Grosso do Sul – 13 casos
19. Piauí – 11 casos
20. Tocantins – 8 casos
21. Rondônia – 7 casos
23 Amazonas – 7 casos
23 Sergipe – 7 casos
24. Acre – 6 casos
25 Amapá – 6 casos
26. Roraima – 2 casos
27. Distrito Federal – 1 caso
Fonte: Sindicato dos Vigilantes de Curitiba e Região

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!