18 de abr de 2011

Procissão do Fogaréu em Caxias será realizada na quarta-feira,20


Cristo Redentor em Caxias, no Maranhão
    Quando as luzes das ruas do Centro Histórico de Caxias forem apagadas, o clarim soar no silêncio da noite e os fiéis acenderem suas tochas, é o sinal que a Procissão do Fogaréu estará saindo da Catedral de Nossa Senhora dos Remédios pela cidade.
    A cerimônia será realizada na quarta-feira Santa (20) e já é a terceira maior do Brasil, ficando atrás apenas das que ocorrem em Goiás Velho (GO) e Oeiras, no Piauí, que são as mais antigas.
    A expectativa de público é de 20 mil pessoas, e tanta gente se dá pelo diferencial da procissão. Antes da peregrinação, há um espetáculo teatral de duas horas de duração com atores locais, mostrando passagens importantes da vida de Jesus Cristo.
    Entre as cenas novas que serão apresentadas este ano estão algumas passagens dos milagres de Cristo. O espetáculo começará às 20h.
    O diretor do espetáculo, Richter Wenzel Bezerra, que também é um dos coordenadores da Procissão do Fogaréu, comentou que está quase tudo pronto e que hoje a equipe se reúne em regime de mutirão apenas para concluir a confecção de alguns adereços, como máscaras e espadas usadas pelos soldados.
    "Está tudo adiantado e nada ficará para a última hora, o que poderia atrasar a apresentação. Estipulamos um cronograma e conseguimos cumpri-lo", adiantou o diretor.

Gonçalves Dias, o poeta nascido em Caxias
Diferença - A Procissão do Fogaréu de Caxias se diferencia de todas as outras realizadas no país, porque, além dos farricocos que seguem encapuzados pelas ruas da cidade com tochas nas mãos, há a encenação teatral, o que não acontece em nenhuma outra do estilo, nem mesmo em Goiás Velho, onde é realizada a mais antiga e tradicional Procissão do Fogaréu do Brasil. São mais de 200 anos.
    No adro da Catedral de Nossa Senhora dos Remédios, acontecerá a acolhida dos romeiros com o sermão do bispo de Caxias, dom Vilsom Basso.
    Logo em seguida, será encenado o primeiro ato da procissão: Apresentação de Jesus no Templo, Batismo de Jesus, Entrada Triunfal em Jerusalém, Última Ceia, Tentação de Jesus no Horto das Oliveiras, A Venda de Jesus por Judas. Depois disso, começará a procissão por 14 ruas de Caxias, com um percurso de 4,5 quilômetros.
    Nesses locais, a iluminação das ruas será desligada, para dar maior dramaticidade à procissão. Às 22h45, está previsto o segundo ato da procissão com a procura de Jesus no local da Última Ceia em frente à Igreja do Rosário.
    No Santuário do Sorriso, será realizado Toque do Clarim, Prisão de Nosso Senhor Jesus Cristo e sermão do Monsenhor José Mendes. Na Capela de Nossa Senhora da Assunção, acontecerá o Lamento de Verônica, Arrependimento de Judas e a mensagem final. A procissão está prevista para ser encerrada à meia-noite.
    Participam do evento deste ano cerca de 80 atores. Dezesseis deles encenarão os atos e os demais farão parte da figuração do espetáculo.
História
- A primeira Procissão do Fogaréu aconteceu em 2004 com a participação de 80 jovens.
- Mesmo sob forte chuva, o grupo não se intimidou e percorreu as ruas da cidade acompanhado por pouco mais de mil pessoas.
- Nesse ano, não houve encenações teatrais.
- Em 2005, aconteceu a primeira adaptação do teatro e é este um dos fatores apontados para o sucesso da procissão.
- Desde então, o número de participantes só cresce e somente em 2006 as luzes da cidade começaram a ser desligadas durante o percurso, o que deu vida e mais emoção ao evento.
Fonte: Anele de Paula

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!