3 de mai de 2011

Óxi ronda o Maranhão

    Há rumores da circulação do óxi ou oxidado no Maranhão e em Mato Grosso e Paraná. Porém, não há registros oficiais da droga nos três estados. Mais devastadora que o crack, o óxi já se espalhou por dez Estados do país. No Piauí e Pernambuco a droga obtida a partir da mistura e queima da pasta base com bicarbonato de sódio e amoníaco.O princípio ativo é a pasta base da folha de coca. No óxi são utilizados cal virgem e algum combustível, como querosene, gasolina e até água de bateria --substâncias que barateiam o custo do entorpecente.
    O óxi é produzido até agora na Bolívia e no Peru. Entrou no Brasil em 2005 pelo interior do Acre, chegou a Rio Branco, onde atualmente há um número elevado de usuários, e se espalhou para outras capitais da região Norte, como Manaus (Amazonas), Belém (Pará), Macapá (Amapá) e Porto Velho (Rondônia). Nos últimos meses, houve apreensões e registros de usuários em Goiás, Distrito Federal, Pernambuco, Mato Grosso do Sul e Piauí --onde foram confirmadas 18 mortes só neste ano por conta do uso do óxi.
    A maior diferença na aparência entre as duas drogas é a cor mais amarelada do óxi, enquanto a pedra do crack é mais clara. O preço de venda do óxi é inferior ao crack.
Composição do óxi
- Pasta base da folha de coca
- Cal virgem
- Combustível, como querosene, gasolina e até álcool de bateria

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!