5 de jul de 2011

Ministério Público quer PF na apuração de denúncias de crime de preconceito na UFMA

    O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA) requisitou à Polícia Federal a instauração de inquérito policial para apurar as denúncias de crime de preconceito racial contra Nuhu Ayuba, cidadão nigeriano e acadêmico do curso de Engenharia Química da Universidade Federal do Maranhão (Ufma).
    De acordo com as denúncias encaminhadas ao MPF/MA, Nuhu Ayuba sentiu-se vítima de crime de preconceito racial praticado, por meio de palavras e escritos discriminatórios, pelo professor da disciplina Cálculo Vetorial, Cloves Saraiva.
    Na requisição, o MPF pede ao Delegado de Polícia Federal responsável pela instrução do inquérito que providencie, dentre outras diligências que reputar adequadas, a inquirição de pelo menos seis alunos subscritores da petição pública divulgada, a inquirição da vítima, Nuhu Ayuba, a qualificação e o interrogatório do professor Cloves Saraiva e a obtenção, junto à vítima, da prova anexada ao processo para realização de perícia grafotécnica sobre a consideração nela feita, supostamente pelo professor.
    O MPF/MA fixou o prazo de 30 dias para atendimento da requisição. Após o inquérito policial será avaliado se houve o crime de preconceito racial.
 Da Assessoria do MPF-MA

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!