15 de abr de 2011

Cresce circuito LGBT na ilha do amor

    O arco-íris se engrossa na cidade. Na cabeça e no rabo da serpente o público denominado GLBT e simpatizantes está bombando em São Luís. Quatro boates, três cinemas no centro histórico, uma saúna orientam a clientela na área do centro histórico da cidade. Na entrada da cidade duas outras boates atraem para a diversão gays, lésbicas, bissexais, transexuais, e quem quiser participar da brincadeira. Na maior parte das opções é preciso ter algum no bolso.
    Nesta sexta-feira, 15, o tom se adensa com a inauguração da Gatos & Sapatos, boate localizada na entrada ou saída da cidade. Os donos apresentam-na como kizomba mix, espaço onde as opções se mituram à gosto do freguês. O endereço mundano está na rede. Em breve no centro histórico mais um casarão será ocupado por uma boate com nome de mulher.

Na casarão da Rua da Palma a atração aparece no final de semana

    Tão antiga quanto os dois pinguins da placa luminosa da Antarctica dependurada meio torna na porta, a balzaquiana Pedrita reúne o público LGBT mais maduro da cidade, e visitantes. Fica no São Cristovão (Veja roteiro),a poucos metros do quilometro 0 de São Luis. Na primeira boite para o público sexualmente eclético de São Luís, com 37 anos completados em 2011, o L tem velcro e voz forte.
Na buraqueira pra curtir
    Um pouco mais à frente da Pedrita fica a Marrocos. No lugar já foi uma saúna com direito às explosão de cores e janelas discretas na fachada. Entre o público que gosta, a boate não é mais recomendada. Tem seus encantos da noite, mesmo com tantos buracos na porta. È entrar na buraqueira e curtir, como dizem os frequentadores. Aliás, curtir tem múltiplos significados nesse universo.
    Na tombada Praia Grande, no centro histórico da cidades os CEPs para o público LGBT ocupam casarões e aumentam a cada dia, correndo atrás do público que cresce em proporção geométrica na cidade.

Placa indicativa no canto do Beco da Prensa, no centro histórico

    A estratificação do público é feita mediante a munição no bolso. Quem tem bala sobe ladeira. Esprimida no Beco da Prensa está a Observatório. Para os íntimos a OBS. A partir do dia 14 de abril o ingresso terá preço único: R$ 15,00. Por ora a promoção funciona às sextas e sábado antes da meia-noite.
    Com cara de casa grande a Candy, na Rua da Palma, é para esticados. Cobra o olho da cara pelo ingresso. Menos de R$ 30,00, só antes das 11 horas. As portas abrem faltando poucos minutos para o horário da promoção.
    Identificada apenas a partir da sexta-feira a Metal SLZ, na mesma rua da Palma, segue a cartilha GLTB. Tanto que na programação inclui apresentação de deliciosas popozudas para atrair espadas. Acima de tudo, porém, o que interessa é a diversão, como afirma Anita Cystally, tyravesti que frequenta os endereços mais acessíveis. Há uma regra: em boate não se fala de programa. Pelo menos entre travestis.
    Incluído nos projetos da prefeitura de São Luís para virar um teatro da Fundação Municipal de Cultura, o Cine Roxy resiste como sala de exibição de filmes pronôs. O gênero da plateia é masculino. Os dias contados fez o grupo empresarial que explora o local abrir novo endereço, o New Roxy, na rua do Sol 297, em frente ao Museu Histórico e Artístico do Maranhão. No novo espaço duas salas tentam orientar as preferências do público. O mesmo acontece no Cine Bar, na rua de Nazaré. Não é difícil encontrar, é só perguntar para algum entendido. Como diz o colunista, te joga, em cima do Bolsonaro!
ROTEIRO LGBT
Bares e Boates
CANDY – Em um casarão datado de 1836. Na Rua da Palma ( Praia Grande - Centro), área da antiga zona do baixo meretrício. Abre às sextas e sábados. Ingresso: R$ 20,00 (até 23 horas) e R$ 30,00.
GATOS E SAPATOS – Com endereço na Rua Bom Jesus, Nº 8, Qd - 122, Jardim São Cristovão.
LA PRENSA – Em um casarão de azulejos portugueses. Na Rua da Estrela (Praia Grande - Centro), funciona somente às sextas-feiras, a partir das 22 horas.
METAL SLZ – Fica também na rua da Palma, quase de frente com o Beco da Pacotilha, no centro histórico de São Luís. A placa só é colocada nos dias de funcionamento. No resto da semana ninguém sabe o que funciona ali. Na Rua da Palma (Praia Grande –Centro). Ingressos:
MARROCOS – Localizada no bairro São Cristovão. Na Rua Nova Betel (São Cristovão). Aberta de quinta a sábado.
MARLENE –Na Avenida Litorânea, a primeira barraca da Praia de São Marcos. Atende de segunda a segunda até as 20 horas.
OBSERVATÓRIO – Em um beco do tempo da fundação de São Luís. No Beco da Prensa (Praia Grande - Centro). Ferve nas sextas e sábado.
PEDRITA – Tem história que nem presta na cidade. É a tia das boates dos entendidos. Na Rua São Jorge (São Cristovão), funciona nas sextas e sábados. A música também é para gostos ecléticos. Ingressos: R$ 6,00.
VIA 107 - . Na Rua da Paz, 107 (Centro).
Saúnas
GO, 63 – Instalada em um casarão do século XIX funciona de terça a domingo. Rua da Saavedra (Centro). Informações pelos telefones: 32210064*8881-1680
Salas de cinema
CINE-BAR – Funciona de segunda a segunda das 9h30 às 21 horas. Ingresso: R$ 5,00. Rua de Nazaré e Odylo – Centro
NEW ROXY – Funciona de segunda a segunda das 9 as 21 horas. Às quartas-feiras tem promoção: ingressos R$ 3,00, cerveja R$ 2,00 (a lata). Rua do Sol – Centro

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!