23 de mai de 2011

Conselheiros do TCE do Maranhão estão fora do rol de corrupção

    O Tribunal de Contas do Estado do Maranhão está acima de qualquer suspeita. Segundo levantamento da Associação Nacional dos Procuradores de TCEs estão envolvidos em graves irregularidades cerca de 20% dos conselheiros dos tribunais de contas no país. Os conselheiros são responsáveis pelo julgamento da prestação de contas e aplicação dos recursos públicos pelos gestores públicos.
    Pelo levantamento da associação estão na mira da suspeita por corrupção, 54 conselheiros de 17 estados.
    Além do Maranhão não tem conselheiros sob suspeita no estados do Piauí, Paraíba, Rio Grande do Norte,  Pernambuco, Tocantins, Amazonas, Santa Catarina, Goiás e Mato Grosso do Sul.
    No Nordeste, há dois conselheiros acusados em Sergipe. No Ceará, Alagoas e Bahia, um cada. No Centro-Oeste, MT e o DF têm dois, cada. No Sudeste, seis conselheiros de São Paulo são investigados. Quatro em Minas, três no Rio de Janeiro e outros três no Espírito Santo. Na região Norte, são seis em Rondônia, cinco no Amapá, dois em Roraima, um no Pará. No Sul,são cinco no Paraná e três no Rio Grande do Sul.
Com informações do www.claudiohumberto.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!