11 de ago de 2011

Chico Escórcio diz que " o grande problema do Maranhão" foram os índios, os negros e os retirantes da seca

Do Blog do Josué Moura
O deputado federal Francisco Escórcio
    É preciso ter muito cuidado com o que se fala. Os antigos dizem que "quem fala demais dá bom dia a cavalo" ou "quem fala demais ouve o que não deve" e pode acabar se complicando.
    Em entrevista ao jornal O Correio Popular - de Imperatriz - o deputado Francisco Luis Escórcio Lima (PMDB-MA), o polêmico "Chiquinho", que de uns dias pra cá tem feito um esforço danado para se dar bem eleitoralmente em Imperatriz, falou duas coisas que não ficaram bem pra ele.
    A primeira que "se fosse governador do Maranhão "procuraria diminuir as desigualdades e proporcionar momentos para que o Maranhão passasse a tremular na Bandeira do país como um grande e promissor estado".
    A princípio parece uma resposta normal, mas na verdade é o reconhecimento de que o Maranhão não é o mar de rosas que seu grupo político prega, mas sim a "terra arrasada" do discurso da oposição. Ruim Chiquinho, será que "papai Sarney" não vai lhe dar um puxão de orelha?
    Agora o mais grave - e que nenhum grupo ou movimento Negro ou indígena queira alegar discriminação - foi a afirmação de que o o grande problema do Maranhão foram os índios os negros e os retirantes da seca que aqui chegaram. Pasmem! Foi isso mesmo que ele disse ao ser perguntado "qual o grande problema do Maranhão".
    "No inicio, nós tivemos um Maranhão composto de índios e de negros. Pouca quantidade de brancos. Isso nos levou a uma situação que só o tempo se encarregou de fazer essa miscigenação. Depois nós tivemos um período em que fizemos uma sociedade de muitos brasileiros que vieram pra cá, principalmente os retirantes da seca. Os retirantes da seca não traziam nada, a não ser a esperança de viver no nosso estado. E o próprio tempo se encarregou de fazer com que eles se misturassem à nossa população. Agora estamos vendo um Maranhão diferente, cheio de oportunidade onde estão desembarcando pessoas com tecnologia, investimentos e isso é muito bom para o Maranhão", disse Chiquinho ao misturar desiguldade, riqueza e pobreza.
    Pior, Chiquinho além de discriminar negros, índios e retirantes, por tabela discrimina quem é pobre, pois dá a entender que quem é rico veio pra cá e ajudou no desenvolvimento, mas quem é pobre só atrapalhou.
    Antes, ao ser perguntado sobre o que achava sobre o ex-governador (falecido) Jackson Lago, fez diferente do que faz nas rodas de conversa quando acha gente disposta a lhe ouvir, quando sempre conta sua proeza, de como giu nos bastidores como um "araponga" para ajudar a montar o processo que derrubou Jackson do governo do Maranhão. Desta vez Chiquinho disse que Jackson Lago foi "um homem que fez seu papel como político, uma pessoa que mexeu com os corações e desempenhou um bom papel na política do Maranhão". Menos mal, menos mal, Chiquinho!
     Mas a culpa de tudo isso não é só do Chiquinho, que como a maioria dos políticos adora um holofote, é de parte da nossa imprensa que na falta de assunto fica puxando conversa e dando asas para aventureiros.

6 comentários:

Zé Luis Azevedo disse...

Caro du Bóis, vc, um experiente e competente jornalista sabe como poucos distorcer a verdade e usar de má fé, o que é uma pena. Muitos já conhecem essa história que Chiquinho chama em brincadeira, de "melô da trepação". A chegada de alguns Brancos abastados com seus inúmeros escravos que se misturavam aos índios, deu origem a uma miscigenação. Os brancos se foram e deixaram essa herança. Sou negro, maranhense e conhgecedor dessa parte da história. o que há de discriminaç]ão nisso? onde houve ofensa? Chiquinho, nobre jornalista, é resultante dessa miscigenação. Vc tb. Distorcer fatos para denegrir imagem é crime. Conheço Chiquinho e sei que qulquer um que o conheça tem certeza que essa notícia é infundada e de muito má fé. Vc é um bom jornalista e não precisa usar deste expediente para obter IBOPE. Um abraço.

Lourdes Silva disse...

O grande problema do Maranhão são pseudo jornalistas que se aproveitam de fatos para criar factóides. Tenho certeza que isso é a serviço de políticos que ao invés de trabalhar duro e procurar trazer vantagens para a população do Maranhão, se escondem. Chiquinho discriminador!!! kkkk conta outa vai.!

Joana d'Arc disse...

Engraçado, ceerta vez cheguei na SEDUC em São Luís e me deparei com cerca de 40 índios capitaneados pelo Secretário Chiquinho Escórcio para resolver problemas da educação nas Aldeias. O motorista dele em Brasília é negro, o Chefe de Gabinete dele é negro e maranhense, ele é filho de negros...que coisa né? Conta outra jornalista. Só quem não conhece Chiquinho pode acreditar nessa lorota.

Claudia Verona disse...

Chiquinho tá incomodando muito mesmo. Quem não tem competência pra fazer tem mesmo é que inventar. Chiquinho Escórcio o "Discriminador"...dava pra inventar algo menos improvável? Nessa mentira nem o jornalista que escreveu acredita...kkkkkk

Lucas Itz disse...

Imperatriz tá com Chiquinho e não abre. Ele discrimina mesmo é a fome e a violência.

Anônimo disse...

Esse demagogo,tem é que tra\balhar coisa que ele não faz a muito tempo.Esse chico mela cueca.quiz criar o estado do planalto,graças a deus não deram ouvidos a esse louco.essa pessoa não tem vinculo cpm imperatriz, é um papagaio de pirata.
Chico Fogoió.

Postar um comentário

Comente aqui!!!