1 de mar de 2011

Suzana antecipa construção de fábrica de celulose no Maranhão

SÃO PAULO - A Suzano Papel e Celulose concluiu hoje a aquisição da KSR, maior distribuidora de papel do país, por R$ 50 milhões. A empresa, que pertencia à Fibria, torna a Suzano líder na América Latina em distribuição própria.
    A companhia também divulgou a antecipação de seis meses para o início da construção de sua fábrica de celulose no Maranhão, agora prevista para 30 de abril de 2013.
O conselho de administração autorizou ontem os contratos com a Metso e a Siemens para aquisição dos principais equipamentos necessários à obra. Os investimentos são estimados em US$ 2,3 bilhões e darão origem a uma capacidade de produção de 1,5 milhões de toneladas de celulose.
    Outra fábrica de celulose está prevista para o Piauí, sem localização definida. "O município de Imperatriz é forte candidato", afirmou o presidente da Suzano, Antonio Maciel Neto.
    A Suzano busca agora sócios para outro negócio, a Suzano Energia Renovável, criada em julho do ano passado e destinada à entrada da empresa no mercado de biomassa para geração de energia. "Estamos conversando com diversos interessados e em mais algumas semanas teremos definição", considerou o presidente da companhia.
Do Valor Econômico

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!