1 de mar de 2011

Vaza programa especial da Rádio Senado para eventual morte de Sarney


O senador José Sarney
  Com 81 anos, José Sarney (PMDB-AP) disse fazer um “sacrifício” no início do mês ao assumir pela quarta vez o comando da Casa. Com a saúde debilitada, ele ficou metade do mês de outubro de 2010 internado em hospitais do Maranhão e de São Paulo após sofrer uma arritmia cardíaca. Na Casa, porém, parece haver setores preparados para um eventual falecimento do presidente. A Rádio Senado, inclusive, já tem pronto um obituário para colocar no ar caso o fato venha a acontecer.
    A gravação tem 21 minutos e o título é “Reportagem especial em homenagem ao senador José Sarney”. A Secretaria Especial de Comunicação do Senado negou que a Rádio tenha um obituário pronto e afirmou que há apenas uma “biografia” de Sarney, como haveria de todos os outros 80 senadores.
    A Secretaria, porém, não soube explicar por que os verbos do material estão todos no pretérito. “Além de uma extensa vida política, Sarney se destacou nas artes. Ele era membro da Academia Brasileira de Letras desde 1980″, diz um trecho. A justificativa oficial é que pode ter havido “erro verbal”.
    O material mistura entrevistas e discursos de Sarney com falas de outras personalidades políticas, como Tancredo Neves, já falecido. A gravação começa com a afirmação de que “o ponto mais alto da carreira de Sarney foi a Presidência da República”, mas antes destaca a trajetória do maranhense até chegar a este postoPara ouvir o programa clique aqui.
De O Estadao

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!