26 de abr de 2011

Confira a entrevista que fez Requião perder a estibeira

    Depois de arrancar o gravador do repórter Victor Boyadjian, da Rádio Bandeirantes, o senador Roberto Requião (PMDB-PR) divulgou em seu Twitter o áudio da entrevista que concedeu ao jornalista. Após algumas horas, o senador devolveu o gravador a Boyadjian, mas recortou o arquivo com a entrevista do cartão de memória do repórter, que ficou sem o áudio da conversa. O episódio aconteceu na segunda-feira (25/4).
    “Ele pegou o gravador e saiu resmungando, dizendo que queria bater no ‘moleque’. O filho dele, que estava no gabinete, me devolveu o gravador, mas não estava com a gravação”, contou o repórter.
Na ocasião, o repórter questionou se Requião abriria mão da aposentadoria como ex-governador do Paraná. Antes de tomar o gravador das mãos do repórter ele diz: “Já pensou em apanhar, rapaz?”.
    O senador ainda alegou que não tomou o aparelho, apenas pegou emprestado para evitar a edição do áudio. “Não tomei, foi rápido empréstimo para evitar edição. Logo em seguida publiquei a entrevista na integra no meu site”, disse em seu perfil no Twitter.
Abaixo a entrevista:
Boyadjian: Essa questão da pensão que o senhor pode receber, vitalícia, o senhor pretende abrir mão?
Requião: Por que que eu abriria mão? Essa pensão no Paraná existe há 40 anos, todos os ex-governadores recebem. Recebe a mãe do Beto Richa, governador do Paraná; recebe o Paulo Pimentel o ex-governador; o Jaime Canet Jr. Eu recebo essa pensão porque durante o governo quando eu chamei de ladrões os que haviam roubado o erário, que haviam predado o patrimônio do Estado do Paraná, como eles não tinham sido ainda condenados, eu passei a ser condenado em multas porque os ladroes ainda não tinham sido condenados em estância final. Estou usando essa pensão para pagar as multas que me foram injustamente impostas na defesa do patrimônio público.
Boyadjian: O salário do senhor como senador já não é suficiente para esse pagamento de multas?
Requião: O salário do senador é um bom salário, no meu gabinete é o menor. Todos os funcionários de carreira do Senado ganham mais que o senador, e não é só no meu gabinete que acontece isso. Mas eu estou dizendo a você que estou usando essa pensão para pagar multas que me foram impostas injustamente na defesa do interesse público.
Boyadjian: Mas, mesmo se houver uma pressão inflacionária, os gastos do governo do Estado do Paraná estiverem comprometidos o senhor também mesmo assim não abriria mão...
Após a insistência do repórter, o senador toma o gravador e questiona se o jornalista “já pensou em apanhar”. Ouça a entrevista. O questionamento de Boyadjian sobre a aposentaria de Requião pode ser ouvido a partir dos 02:44 de gravação.
Do Comunique-se

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!