26 de fev de 2011

Jesuítas se despedem do Maranhão neste domingo na Igreja dos Remédios


Igreja dos Remédios em São Luís
     Depois de 80 anos de permanência em São Luís, na Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios, os jesuítas estão deixando o Maranhão. A última missa dos jesuítas será celebrada neste fdomingo, 27, na Igreja dos Remédios. A partir de segunda-feira o Pafdre Antonio José Soares, da Paróquia Nossa Senhora de Nazaré, no Cohatrac, será o novo pároco da igreja.
    A Companhia de Jesus ( em latin Latim Societas Iesu, SJ) foi aprovada pelo Papa Paulo III em 1541. Nove anos depois chegou ao Brasil, desembarcando em Salvador (Bahia). Em 1661 foram expulsos do Maranhão.
    O Padre Antônio Vieira (1608-1697) foi seu missionário mais eloquente.Entre 1652 a 1661 esteve no Grão Pará, Maranhão, Pará e Amazônia. De 1661 a 1681 o jesuíta sofreu processo de condenação pela inquisição. E de 1681 a 1697 passa seus últimos anos na Bahia, na Comunidade do Colégio, trabalhando em suas obras e por três anos ocupa o cargo de Visitador Geral do Brasil e do Maranhão em três embarcações que zarpou para Portugal. Só duas chegaram ao destino. Um ano depois o novo governador, Rui Vaz de Siqueira restituiu os religiosos.
    No Brasil os jesuítas estão em sete estados. Em São Luís (MA) os Jesuítas acompanham a Paróquia Nossa Senhora dos Remédios, fundada em 1927, onde desenvolvem um trabalho de Pastoral de Juventude. Por mais de noventa anos Irmão Júlio, falecido, colaborou na Capelania do Hospital Dutra, visitando e levando comunhão aos idosos e doentes da paróquia dos Remédios.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!